fbpx

Eu escuto, mas não entendo!

Quando descobrimos a perda auditiva não devemos considerar apenas o grau da perda, mas também como está o entendimento de fala.

O exame de audiometria é o que mede o quanto cada orelha escuta e faz as marcações de quais são os sons mais fracos identificados. Ao final do exame o resultado é classificado como audição normal, perda auditiva de grau leve, moderado, severo ou profunda. Também é classificado se a perda é condutiva (quando a causa está na orelha externa ou média), sensorioneural (quando ocorre a perda de células na cóclea) ou mista (quando a causa é condutiva e também sensorineural).

Esse exame vai nos dizer o quanto o paciente ESCUTA.

Também é realizada a logoaudiometria, na qual a fonoaudióloga irá falar palavras e pedir que o paciente repita. São palavras monossílabas, dissílabas e trissílabas, que englobam todos os sons da fala.

Esse exame vai nos dizer o quando o paciente ENTENDE.

Quando o som chega à nossa orelha o nervo auditivo envia essa informação ao nosso cérebro para que seja decifrado. É o nosso cérebro que dará a informação se aquele som é um ruído, um som ambiental (torneira aberta, trânsito) ou fala.

O importante disso tudo é que quando há uma perda auditiva, o som não chega em totalidade ao cérebro e por isso vem as queixas de “escuto, mas não entendo” ou “preciso que o som da televisão esteja bem alto para eu entender”, porém mesmo com a perda auditiva sem alterações ao longo dos anos pode haver uma piora do entendimento. Então o exame de audiometria pode manter-se igual, mas a logoaudiometria apresentar resultados piores. E por quê? A resposta é simples: quanto menos som chega ao cérebro, menos ele é estimulado. E essa falta de estimulação faz com que o entendimento piore.

Os aparelhos auditivos devolvem o som para a orelha e o nervo auditivo volta a enviar os sons para o cérebro, retomando a estimulação. Por isso se faz tão importante o uso de aparelhos auditivos mesmo com perdas leves e recentes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?